Você sabe como equilibrar vida pessoal e profissional?

O que nunca te disseram sobre equilibrar vida pessoal e profissional. Como entendemos errado e o que fazer sobre isso.

Quando se trata de vida pessoal e de profissional, a maioria de nós sabe qual é a sensação de estar sem equilíbrio. Mas nós sabemos qual é a sensação de estar em equilíbrio? Não é uma pegadinha, mesmo que pareça ser de início. Contudo eu escrevi esse post, “Você sabe como equilibrar vida pessoal e profissional?”, para te ajudar a descobrir isso.

Há alguns anos atrás, eu participei de um grupo de mentoria em um treinamento executivo. E, em um dos desafios, nós caminhamos um longo trecho de corda que serpenteava em torno de várias árvores. Nós tivemos que nos segurar uns aos outros, para mantermos o equilíbrio, e também para trilharmos o nosso caminho através das cordas.

Aqui está o que eu mais me lembro de tudo: quando estávamos equilibrados, nunca, realmente, sentimos como se estivéssemos. Nossas pernas constantemente se moviam e balançavam, e nos esforçávamos para nos agarrar uns aos outros até a árvore mais próxima. Contudo ficamos nessa trilha por algum tempo: fazer pequenas correções, ajustar o nosso peso e tentar ficar em pé.

Não parecia ser equilíbrio, mas era. E isso é exatamente como é a vida, certo?

Mas e sobre as pessoas que dizem que equilíbrio entre vida pessoal e profissional é um mito, que é uma condição inatingível e que precisamos esquecer? A resposta é: é apenas um mito, se não compreendemos o que significa equilíbrio.

Aqui estão três aspectos vitais do equilíbrio que precisamos manter em mente, especialmente à medida que aplicarmos o conceito a nossa vida e trabalho.

Aspectos vitais para uma vida em equilíbrio:

  1. Equilíbrio não é o mesmo que o descanso. Se pensarmos que atingir o equilíbrio significa finalmente conseguir uma pausa, muito necessária, então nós estamos perdendo algo importante. Não se trata de descanso, embora ele esteja incluído. Equilíbrio é sobre a distribuição de tarefas, prioridades, para que possamos permanecer no caminho. E às vezes isso leva um monte de trabalho. Se é onde você está agora, não desanime. É apenas parte do desafio.
  2. O equilíbrio é dinâmico. “A vida é como andar de bicicleta”, disse Albert Einstein. “A fim de manter o seu equilíbrio, você deve se manter em constante movimento.” Todos nós experimentamos isso. Quanto mais devagar você vai, maior é a dificuldade em manter a sua bicicleta equilibrada. O movimento nos ajuda a permanecer no curso. É o mesmo para todas as correções e ajustes que fazemos ao longo do caminho. Equilíbrio requer ajustes no nosso calendário, listas de tarefas e muito mais. Se você tem uma semana perfeita, ele, o equilíbrio, ainda requer atenção para a próxima. O que nos leva ao No. 3.
  3. Equilíbrio é intencional. Nossos corpos são programados para ficar em pé, mas é preciso um pouco mais de foco quando se trata das responsabilidades complexas e relações que compõem nossas vidas. Temos de tomar decisões e ações intencionais se queremos equilíbrio. Não é acidental. Essas decisões e ações serão diferentes para cada um de nós, mas elas são essenciais para todos nós da mesma forma.

Equilíbrio nem sempre é fácil, rápido ou divertido. Ele exige constante movimento e atenção. Luciano Toledo

Se nós comprarmos o mito do divertido, rápido e fácil, então nós podemos ser tentados a olhar para o equilíbrio da vida pessoal e profissional como uma espécie de cartão de passe livre da prisão. Se nós apenas obtivermos a combinação certa de trabalho, família, descanso e hobbies que vão a nosso favor, então nós estamos em casa livres. Mas isso é apenas o pensamento mágico.

É por isso que se pode sentir que não estamos verdadeiramente equilibrados mesmo quando estamos. Às vezes, quando estamos fazendo exatamente o que é necessário para manter o equilíbrio, sentimos mais o desequilíbrio. Isso é só porque nós temos incompreensão do que é equilíbrio; esperamos que ele faça algo para nossas vidas, algo que não pode.

Mas uma vez que ajustamos a nossa perspectiva, podemos vê-lo como é – uma maneira desafiante, mas necessária, para abordarmos nossas vidas. Em vez de ser desencorajado quando o desafio se torna duro, podemos reconhecer a dificuldade como apenas parte do caminho.

Aqui estão outros posts que podem te ajudar, leia eles também!

Pergunta: O que você acha sobre a possibilidade de equilíbrio entre vida pessoal e profissional? Como é que esta perspectiva afeta a maneira de olhar para a questão? Agora, você sabe como equilibrar vida pessoal e profissional? Você pode deixar um comentário abaixo.